CÔNSUL HONORÁRIO DA HOLANDA VISITA ESCOLA AGRÍCOLA DE SÃO JOÃO DE GARRAFÃO

CÔNSUL HONORÁRIO DA HOLANDA VISITA ESCOLA AGRÍCOLA DE SÃO JOÃO DE GARRAFÃO

 

Na manhã de hoje (18), o Cônsul Honorário da Holanda no Espírito Santao, Andreas Schilte, visitou a Escola Agrícola de São João de Garrafão.

 

O objetivo da visita foi conhecer de perto o projeto que a Prefeitura, por meio das Secretarias de Cultura e Turismo, Agropecuária e Obras tem para a restauração de uma casa típica holandesa, localizada dentro da propriedade da Escola Agrícola.

 

O Governo Holandês vai fazer investimentos no país em projetos que valorizem a Cultura Holandesa. E esse é um dos projetos que está concorrendo à esse investimento. Se passar, a idéia é construir no local, com a casa típica restaurada, o Museu da Cultura Holandesa na comunidade de Garrafão.

 

Na Região de São João de Garrafão encontra-se a maior colônia de descendentes holandeses no Espírito Santo, falantes do dialeto holandês Zeeland.

 

A casinha construída pelo descendente Holandês Isaque Lauvers ( falecido) serviu como a primeira estrutura para dar início à Escola Família Agrícola de São João de Garrafão. Tanto para sala de aula quanto para dormitório.

 

O Vice-Prefeito Florentino Lauvers (que é da região) recepcionoiu o Cônsul Sr Andreas Schilte e sua esposa Cláudia Simão. Estiveram presentes também o Diretor da Escola Família Agrícola Evandro Schliwe, A Presidente da APEAEFA Sra Laurinda Haese Bandeira com o Vice Eldair Cozer, os  Secretários Municipais Jardel Miertschink - Cultura e Turismo, Paulo Emilio Arnholz - Obras, Rafaela Tesch - Agropecuária, os vereadores Luciano Silva, Rogério Schreder, Teodoro Hammer, Valdemiro Jonas com seus assessores.

 

Estiveram presentes ainda o Subsecretário de Cultura e Turismo Nilton Capaz, Leonora Boone, grande defensora da Cultura Holandesa e falante do dialeto zeeland, a Pedagoga Daniela Boona e dançarinos representando o Grupo de Danças Holandesas Holland Dans. A vereadora Ivone Schliwe (também da região) não pode participar por estar de isolamento.